sábado, 4 de julho de 2015

SOMOS TODOS MAJU SERÁ MESMO?

Hoje eu vou dizer o quanto é ruim viver de tentativas.
Querer agradar os outros a qualquer custo e ser aceita por uma minoria. Estão clamando aos quatro cantos o caso de racismo da jornalista Maju do Jornal Nacional " A moça do tempo" como todos dizem, tive a oportunidade de ler os comentários e não esperava outra coisa. 
Aqui em nosso pais nós negros ainda somos vistos como seres servis, infelizmente pouco ou quase nada se foi feito para que fossemos vistos de maneira equivalente aos não negros. 
Brancos, negros a questão não é essa. Somos diferentes em quase tudo e vale lembrar também que há negros que não gostam da sua própria raça, simplesmente repudiam o próprio sangue. Tudo isso não passa de uma grande hipocrisia geral. Sinto dizer mas o preconceito esta aí e nada vai mudar, não adianta levantar a bandeira e ficar na platéia, assinar leis que não saem do papel e se saem não valem de nada.
Na minha opinião, sendo negra e assumindo isso creio que para nós tem sido mais conveniente aceitar, do que bater de frente. Não somos um povo unido, cada qual luta a sua maneira e a Maju sabe disso, como eu também sei que uma coisa é ser negro nesse país e outra é ser branco.
Pra mim somos todos mestiços, aqui não existe raça pura, com raras exceções é claro.
Então vamos parar e pensar em uma forma de reeducar nossos filhos para que aprendam a lidar melhor com a questão do preconceito sem esquecer acima de tudo o caráter, a dignidade e o respeito ao próximo independente de sua cor ou raça. Engraçado escuto isso há décadas e cá estou falando sobre racismo, e alguém ainda duvida que estamos longe de começar a mudança?

Nenhum comentário:

Aos poucos a mocinha se prepara, se enfeita, brinca com as gotas de orvalho e se deleita com o elixir dos ventos... A Bela Moça demora, mas...