sábado, 23 de janeiro de 2016

Cansei de falarem da minha cor, postura, idade e atitudes.
De me rotularem como se eu fosse um produto ligado a higiene ou satisfação...
De me mandarem entrar ou sair quando fosse conveniente ou simplesmente ficar na porta olhando a festa do lado de fora.
Agora eu entro onde quero, saio quando estiver entediada e viajo quando me der vontade de por os pés na estrada.
Não há nada mais gratificante que ser dona de minhas atitudes, pensar e realizar, desejar e fazer acontecer.
Sair de manhã com um sorriso nos rosto e não ter alguém do meu lado tentando a todo custo me entristecer e passar o rodo a cada instante.



Hoje eu quero voltar a viver... Respirar fundo o ar da liberdade que vem chegando do oeste e cumprimentar uma nova fase em minha vida. Poder realizar cada projeto engavetado há muito tempo e cumprir algumas missões adiadas. Esse sol que me ilumina vem trazendo à tona o um ar que desde a infância eu não sentia. O ar fresco da liberdade de pensamento, estou me livrando de um passado de constrangimentos e opressões e abrindo as janelas da minha alma para algo novo e surpreendente Viver, simplesmente Viver...

Nenhum comentário:

Tenho a alma de um Lírio... Se ele a tivesse!