domingo, 31 de janeiro de 2016

Mudei, mudei muito mesmo. 

Às vezes sinto a minha falta.

Mas outras vezes acho que foi um grande alívio.

Nenhum comentário: