terça-feira, 5 de abril de 2016

A magia da raça me contagia, emana de mim como um vulcão adormecido. 
Ha  força africana em minhas veias. 
Tambores, atabaques, canções em homenagem aos meus orixás.
Oh! minha mãe Iemanjá seja bem vinda Deusa das Águas!
Me proteja de toda o mal.





Nenhum comentário:

Escrever... Saber expressar-se de forma a ser compreendida. E de onde surgem minhas convicções? Como posso me dizer uma pessoa simples, ...