domingo, 10 de abril de 2016

Até que vida os separe!

Ontem eu estava sozinha, sentada em minha varanda, observando um casal que brigavam na pracinha em frente a minha casa. Lembro-me deles antes da separação, eles andavam juntinhos de bicicleta, ela no cano da bike rindo, feliz da vida. 
Eu os invejava, tanto amor, cumplicidade e harmonia. 
Não sei qual foi o motivo da discórdia, mas pelo que pude notar houve traição da parte dele. 
Agora estão tentando se acertar, andando lado a lado quem antes andavam juntinhos como se fossem um. 
Acredito que ela não irá superar a deslealdade. 
É uma pena que tenha acabado assim, com palavras duras e amargas...



Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.