quinta-feira, 28 de abril de 2016

A vida é tão curta e os sonhos são tão grandiosos.
Eu gostaria que às vezes o tempo fosse mais devagar e bem lentamente me desse entre um intervalo e outro pequenas fracções de horas. Preciosas, que me fizessem  parar de brincar de Deus.
Acho que essa é a mágica da vida, haver pouco tempo. Assim posso cometer todos os erros passíveis e cabíveis e logo após tentar consertá-los ou não, dependendo do grau na minha escala moral.
Sabe, eu até pouco tempo não ligava, pra mim viver e morrer não faziam sentido. Pois eu vivo intensamento cada minuto do meu dia. E se esse dia viesse a ser o último eu seria grata por isso. 
Agora, ah!  Eu quero mais é viver...
É isso, vou lutar pela minha felicidade!

Nenhum comentário:

...luto pelo que acredito, quando deixar de crer, morrerei.